Notícias

Aline Costa

03/12/2018

Artigo

Metas de final de ano, funcionam? Como garantir um ano novo de verdade.

É comum que a época de final de ano nos deixem mais emotivos e reflexivos, temos por costume fazer uma retrospectiva do ano que está se encerrando na expectativa que o próximo ano seja melhor. Esse hábito é benéfico pois é um momento de autoconhecimento e avaliação de nossas ações e do que vivemos no último ano, durante o dia-a-dia é difícil termos tempo para rever nossa vida e isso gera um número sem fim de problemas.

Porém mais comum que essa prática é o ato de esquecermos tudo no dia 02 de janeiro, ligarmos novamente o modo automático e voltarmos para a mesma rotina do ano anterior. É um ciclo sem fim que se arrasta por anos de nossas vidas. Alguns fatores podem nos ajudar a transformar esse momento de avaliação em algo mais efetivo e garantir que no dia 02 de janeiro tenhamos de fato algo para agir.

Primeiro ponto importante é fazer esse momento de auto avaliação de forma formal e escrita. Nosso cérebro absorve mais aquilo que registramos e deixamos por escrito para conferir o andamento depois. Tire um momento do seu dia para avaliar os pontos que foram positivos durante esse ano e que você quer manter no ano que vem, é desmotivador ter apenas pontos de mudança. Inclua inicialmente pontos que você quer manter, suas conquistas, padrões de comportamento que deram certo. Ninguém vive somente de falhas, nossas vitórias também devem ser analisadas.

Reflita sobre as coisas que saíram do seu controle, as que você quis começar e não conseguiu, as que você nem tentou em começar, mas são importantes para você, o que deu muito errado. Analisar os cenários das nossas derrotas nos faz ter mais controle nas situações futuras. Conhecer o terreno que já pisamos e não gostamos nos lembrar de não estar lá novamente. Constatar a derrota não ajuda, é necessário traçar caminhos diferentes para não cair nas mesmas armadilhas.

Agora o pulo do gato, após a avaliação dos pontos de conquista e dos pontos de mudança crie metas específicas para o próximo ano, por exemplo; se você avaliou que cuidou muito mal da sua saúde, coloque como meta fazer exercício físico ao ar livre 3 vezes na semana durante 1 hora. Ou começar o acompanhamento com um profissional nutricionista. Outro exemplo, se o objetivo é viajar durante o ano, a meta pode ser economizar 300,00 reais por mês durante 10 meses, diminuindo os gatos com refrigerante.

Quanto mais específicos formos mais fácil será conseguir atingir as metas e se manter motivado. Durante o ano vá acompanhando as metas já realizadas e dando o ok nas realizadas. Isso dá a noção de desenvolvimento e gera mais motivação. Agora é importante lembrar que um ano só possui 365 dias, logo não é possível listar um número muito grande de metas, melhor realizar poucos do que falhar em muitas.

Viver é uma constante reavaliação, um ato de autoconhecimento que deve ser contínuo e fazer parte da nossa rotina. Avalia sua vida a cada três meses, não espere para rever o andamento somente no final do ano que vem, isso não tira o tempo de recalcular a rota.

Desejo um bom ótimo final de ano para todos e um ano novo que seja novo de verdade. Que seja reflexo das suas ações e que essas gerem positividade.

 

Feliz 2019 para todos,

Abraços, Aline Costa

Autor
Aline Costa

Psicóloga, Coach, Consultora e Palestrante.

Ver posts